Skip to content

Florestas de araucárias pedem mais proteção

28/01/2015

29 julho 2014 às 16:00

Araucárias são árvores nobres que podem chegar a 50 metros de altura, diâmetro de 2,5 m e que existem há mais de 200 milhões de anos. Suas sementes são um rico alimento, popularmente chamado de pinhão e já incorporado na culinária tradicional da Serra da Mantiqueira e no Sul do Brasil, onde suas altas silhuetas tornaram-se símbolo de vida e bem-estar.

Apesar de tão popular, a ocupação de áreas para cidades, indústrias e agricultura reduziu a Floresta de Araucárias a menos de 3% de sua cobertura original. Segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), esta espécie está em perigo crítico de extinção.

A ciência tem feito vários estudos para conhecê-la melhor e definir formas de preservá-la. A Fundação Grupo Boticário lançou uma campanha de combate aos riscos mais comuns que a ameaçam, entre eles a extração para madeira (cada vez mais rara, já que é proibida por lei e o porte dessas árvores denuncia rapidamente qualquer corte); o reflorestamento de áreas desmatadas por pinus; os loteamentos imobiliários e as queimadas.

Nessa ação, a organização produziu um quadro-resumo da legislação que protege essas grandes damas das matas do Sul e Sudeste brasileiro (imagem abaixo). Além das leis nacionais listadas, há leis estaduais e municipais e é sempre interessante pesquisá-las e divulgá-las.

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: