Skip to content

Plantas podem substituir cloro para tratamento de piscinas

26/01/2015

29 abril 2014 às 8:00

Já pensou em ter a sua disposição uma piscina para nadar, livre de qualquer produto químico e aparatos complicados de purificação? Isso é possível graças aos sistemas biológicos, que utilizam plantas e micro-organismos  para manter a água limpa.

Nada de cloro ou outros agentes para ressecar pele e cabelos. O investimento inicial é maior do que uma piscina convencional, mas, em seguida, o custo de manutenção é bastante reduzido.

A mudança já começa na própria obra. O tanque deve ser dividido em duas partes: para nadar e com plantas; para evitar o contato com raízes e pequenos animais, como peixes e girinos, que integram o sistema vivo responsável pela pureza da água. Esses pequeninos comem matéria orgânica e insetos que eventualmente caem no líquido.

Pedras podem ser utilizadas na divisão do tanque e, o aspecto final, ficará semelhante ao de um lago artificial. Também é possível a utilização de pedras e areia como materiais filtrantes. Outra alternativa é construir dois tanques com uma circulação natural da água entre eles.

Mais fotos em http://www.biopiscinas.pt/galeria.php

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: