Skip to content

Lâmpadas LED são as mais sustentáveis

25/01/2015

5 agosto 2013 às 15:50

Fluorescentes têm mercúrio e trazem riscos ambientais

O Brasil está em campanha para que lâmpadas incandescentes sejam substituídas por opções mais sustentáveis. Isto porque elas consomem muito e perdem grande parte da energia elétrica utilizada, na forma de calor.

Como alternativa, predominam as fluorescentes – as de tubo brancos – embora sua luz fria seja menos agradável aos olhos e, em seu interior, exista pó de mercúrio. Este metal pesado traz riscos ambientais graves, caso não seja encaminhado para reciclagem especializada.

Ainda bem que a indústria já ofereça uma terceira opção. Mais econômica que as fluorescentes, inclusive, e sem elementos perigosos: as lâmpadas LED – do inglês díodo emissor de luz.

O princípio de seu funcionamento é a eletroluminescência: emissão de luz pela passagem de energia. Um processo muito eficiente que pode representar uma economia de 80%, em relação às lâmpadas incandescentes cuja produção, está proibida desde setembro de 2012 na Europa.

Seu tempo de vida útil também se sobressai: 35 mil a 50 mil horas, ou oito a dez anos, na maioria dos casos. Já há empresas anunciando versões com duração de 20 e de 40 anos. Elas resistem bem a choques e quedas e emitem baixa quantidade de calor. Sua desvantagem? O preço que ainda supera, em muito, as incandescentes e as fluorescentes. Mas este já vem caindo conforme sua produção ganha maior escala.

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: