Skip to content

Bactéria absorve gases de efeito estufa

25/01/2015

23 abril 2012 às 8:30

Biólogos identificaram no arquipélago ártico uma espécie de bactéria que se alimenta do pior vilão do efeito estufa: o metano. A Methylobakter tundripaludum digere o temível gás à medida em que a camada de gelo, conhecida como permafrost, o libera ao derreter. O pequeno organismo utiliza o metano como fonte de energia e libera CO2 – 20 vezes menos poluente – no processo. Esta bactéria também foi encontrada em alguns lugares da Sibéria e do Alasca, sempre em zonas alagadas.

Agora, o instituto norte-americano Join Genome está sequenciando o DNA da Methylobakter para poder compará-la a outros micro-organismos e entender melhor seu funcionamento. Os estudos indicam que é provável que sua presença aumente de acordo com o avanço do degelo nas regiões do extremo Norte. Assim, ela pode ter um papel importante em evitar um maior efeito estufa, mesmo com a perda do gelo.

É importante, contudo, garantir que estas bactérias tenham o habitat adequado para sua sobrevivência, evitando que sejam totalmente recobertas por água. “Se elas se afogarem, não poderão exercer sua importante função para a atmosfera”, avisa a pesquisadora Mette Svenning.

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: