Skip to content

Alta Floresta, na Amazônia, dá lição de economia verde

25/01/2015

11 julho 2012 às 7:30

A sociedade de Alta Floresta, no norte do Mato Grosso, conseguiu tirar o município da lista dos que mais desmatam na Amazônia. Para se ter uma ideia do grau de dificuldade desta conquista, das 40 cidades da listagem, só três a deixaram até agora. E qual foi seu segredo? Produzir com sustentabilidade.

Alta Floresta passou por ciclos de desmatamento. Primeiro, por causa do garimpo, depois da madeira e, em seguida, da pecuária, ainda a principal atividade econômica na região. Ao ser identificada como uma das líderes na destruição das matas, ela começou a perder financiamento e investimentos. Veio então uma mobilização geral, unindo autoridades, ONGs e produtores.

Novas técnicas de produção foram buscadas e ensinadas. Os 200 hectares de terra  do pecuarista Rodrigo Arpini, por exemplo, estavam perdendo a força. A pastagem foi então recuperada com o plantio do arroz por dois anos. A água disponível aumentou com a proteção do seu rio e ele dobrou os bois no mesmo espaço. com o sistema de rodízio do pasto.

Como Rodrigo, outros produtores mudaram de atitude depois da campanha da prefeitura e ONGs de combate ao desmatamento e de proteção das águas.

Alta Floresta tem seis mil nascentes, só que quatro mil delas estavam degradadas. Em 2010, chegou a faltar água limpa no município e todos entenderam a importância de sua proteção. Hoje, 1.200 nascentes já estão isoladas e resguardadas para recuperação.

“Vários outros municípios tem nos ligado para saber como Alta Floresta fez isso, porque é um grande desafio. Como fazer e como viver com sustentabilidade”, afirmou a secretária de meio ambiente de Alta Floresta, Gercilene Meira, em entrevista à Miriam Leitão, da Rede Globo.

Se usada corretamente, a floresta pode ser fonte de riqueza como explica Tasso Azevedo que foi presidente do Serviço Florestal Brasileiro. “A gente pode reduzir a pobreza com sustentabilidade”, afirma Tasso.

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: