Skip to content

Está na hora de levarmos o bem-estar animal a sério

24/01/2015

6 janeiro 2012 às 8:30

Pouco importa como foram tratados os animais que vão para a panela. Certo? Errado. Pesquisas mostram que uma criação mais cuidadosa, que evita práticas cruéis, forma um animal mais saudável e combate a propagação de doenças ou o uso excessivo de medicamentos, como antibióticos, que vão parar na cadeia alimentar humana.

A ONG WPSA reúne dados que comprovam as vantagens do método extensivo, no qual o animal pode se movimentar ao ar livre, em relação ao industrial, onde ele fica confinado em espaços apertados, sem acesso a luz do sol.

Seu trabalho mostra que as boas práticas de criação de animais têm um papel importantíssimo para o sustento de muitas famílias e, ainda, para a proteção de nossas reservas naturais. Elas geram benefícios para as pessoas, para os animais e, consequentemente, para todo o planeta.

Por isto, a WPSA quer mostrar à ONU que podemos melhorar a vida de bilhões de animais de produção e nos convida a integrar o abaixo-assinado para que este tema seja incluído nas discussões da Rio +20, ano que vem.

Para ajudar a incluir o tema bem-estar animal na agenda da Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), que acontecerá em junho de 2012, no Rio de Janeiro, onde será discutido o futuro de nosso planeta, clique aqui.

Para saber mais sobre os problemas da criação industrial, clique aqui.

Ou assista o vídeo:

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: