Skip to content

Aproveite o Natal para educar financeiramente seus filhos

24/01/2015

21 dezembro 2012 às 9:30

Natal se aproxima e os incentivos para consumir se tornam mais intensos. As crianças não ficam de fora e, sem uma ajuda dos adultos, podem cair em armadilhas ou fazer exigências que comprometem o orçamento familiar.

Em vez de se sentir pressionado por esta situação, você pode aproveitá-la para educar financeiramente seus filhos, os ensinando a lidar de forma sadia e responsável com o dinheiro.

Confira abaixo as dicas do consultor financeiro Reinaldo Domingos, autor do livro “O Menino do Dinheiro“ e criador do Instituto de Educação Financeira:

– A partir dos dois anos, quando a criança começa a demonstrar desejos próprios,  já é o momento de iniciar a educação financeira, mostrando o processo de troca do dinheiro por produtos;

– Reserve as datas especiais como Natal ou o aniversário para dar brinquedos às crianças; isto evitará que ela queira tudo o tempo todo;

– O tradicional cofrinho é uma ótima opção para mostrar a importância de poupar; ele pode até ser uma boa opção para dar de presente neste fim de ano, incentivando o hábito de fazer uma reserva monetária em 2013;

– Conheça o sonho da criança e, caso a idade dela já permita, calcule com ela quanto será necessário guardar para comprar o que ela deseja; quando juntarem esta quantia, permita que ela acompanhe a compra que terá um sabor especial de conquista para ela;

– Explique a seu filho ou filha por meio de conversas, jogos e brincadeiras que nem tudo que ele ou ela quer ou vê na TV é para ser comprado; estimule a reflexão sobre como utilizar o dinheiro;

– Antes de ir às compras com o quantia que a criança juntou, passe pela loja e converse com o vendedor ou gerente, explicando a importância desta primeira compra. Peça uma atenção especial, como um desconto para o negócio à vista, por exemplo;

– Pratique reuniões mensais sobre o orçamento da família e convide todos a participar, principalmente as crianças. Assim, elas começam a entender que o que fazemos ou que temos em casa, tem um custo e demandou trabalho e renda para ser alcançado;

– Analise a hora de iniciar uma mesada com valor adequado para a idade da criança; começar cedo a tomar decisões em relação ao seu próprio dinheiro contribui para formar um consumidor responsável;

– Incentive a criança a anotar no que gastou a mesada recebida e também mostre que é bom fazer uma pesquisa em pelo menos três lugares diferentes antes de comprar;

– Abra uma previdência privada para a criança ou poupança, mostrando a evolução do saldo e as conquistas que podem ser alcançadas assim.

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: