Skip to content

Serviço Florestal premia móvel em madeira alternativa

23/01/2015

6 setembro 2011 às 13:30

Poltrona em mandioqueira foi destaque em Salão de Design

Concurso realizado pelo Sindimóveis, com apoio do Serviço Florestal Brasileiro, premiou em Bento Gonçalves, RS, móveis feitos com madeiras pouco conhecidas e com excelentes qualidades para design e conforto. A intenção é, desta forma, evitar a pressão sobre espécies muito exploradas, algumas inclusive, ameaçadas de extinção, como o mogno brasileiro.

“No Brasil, o que não falta é madeira e as pessoas tendem a querer sempre as nobres e antigas, quando, na verdade, a gente pode aproveitar tantos tipos de madeiras diferentes. Deveria se explorar mais outros tipos de madeira com características boas para móveis”, afirmou o designer carioca Eduardo Baroni, ganhador do primeiro prêmio com sua poltrona cordame (foto). Ele utilizou uma madeira clara da Amazônia pouco conhecida, a mandioqueira, em um desenho simples e elegante com encosto em cordas.

Um levantamento do Ibama sobre a movimentação de madeira entre 2007 e 2009 mostra que 50% do volume transportado no período referia-se a apenas 25 espécies, das mais de 2.000 registradas pelo órgão. Mais de 500 mil metros cúbicos de madeira transportados entre 2007 e 2009 tiveram como destino empresas moveleiras. Bento Gonçalves é um dos maiores pólos do ramo no país.

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: