Skip to content

Resgatando nossas raízes africanas

21/01/2015

6 maio 2011 às 12:26

O projeto African Origins reuniu em um site informações de 9.453 africanos libertados de navios de tráfico de escravos no século 19. Este acervo está sendo usado para resgatar a história daqueles que foram trazidos à força para as Américas e conhecer as raízes africanas das populações que se formaram por aqui. Até agora, já foram obtidos dados como língua, localização e etnia de quase 70 mil pessoas e o projeto segue aberto a contribuições.

A investigação partiu da documentação registrada pelas Comissões Mistas, um sistema de tribunais internacionais criado para julgar os navios acusados de envolvimento no tráfico de escravos, declarado ilegal a partir de 1807 na Inglaterra e 1850 no Brasil.

Pelo site é possível conferir o resultado de uma série de contribuições linguísticas e culturais do registro de um nome. Durante a busca, o usuário tem acesso a informações como o lugar de origem, o ano de partida e o nome do navio em que estava a pessoa desejada, além de traçar os padrões migratórios de africanos carregados do interior da África para portos no litoral do continente.

“Os registros disponíveis até o momento são de escravos libertados em Havana, na capital cubana. Cada registro é analisado detalhadamente antes de ser incluído”, disse Domingos Dellamonica Jr., programador no projeto que conta com o apoio do Fundo Nacional para as Humanidades, da Universidade Emory e do Instituto W.E.B. DuBois (Universidade Harvard), todos dos Estados Unidos.

Para conhecer mais, acesse www.african-origins.org

Com informações da Fapesp

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: