Skip to content

Portinari na internet e para todos

20/01/2015

13 dezembro 2010 às 8:30

Toda a obra de Cândido Portinari, um dos maiores artistas brasileiros, está agora digitalizada e disponível para consulta por todos em http://www.portinari.org.br/. O Projeto Portinari é fruto dos esforços do filho do pintor, João Candido Portinari, que deixou a carreira acadêmica de lado há 35 anos, para se dedicar integralmente a localizar, digitalizar e catalogar as mais de 5 mil obras de seu pai.

Ele desejou com isto corrigir uma conseqüência ‘perversa’ – nas suas palavras – da valorização das obras de seu pai: “o pintor que dedicou sua vida a retratar o povo tem sua obra inacessível ao público geral”, explicou, ressaltando que a maioria das telas está na mãos de colecionadores particulares.

Depois de 20 anos de pesquisas, qualificadas por João Candido como “um verdadeiro trabalho de detetive”, toda a obra foi catalogada. Nos últimos 13 anos, o Projeto Portinari já vinha divulgando a obra do pintor por todo o Brasil, realizando exposições itinerantes em comunidades afastadas, com foco especial nas crianças.

“Projetamos criar, no futuro, um Museu Portinari, no qual o público pudesse ter contato, em um só lugar, com toda a obra do artista. Faríamos isso com reproduções impressas em alta definição. Avaliamos que reunir reproduções de alta qualidade das 5 mil obras sairia mais barato do que fazer um museu com apenas dez obras originais”, informou João Cândido.

Para quem deseja ver um original de perto, o projeto trará ao Brasil a obra Guerra e Paz: dois painéis de 14 metros de altura que foram concebidos especialmente para a sede das Nações Unidas, em Nova York. Com a sede passando por uma grande reforma, o Projeto Portinari conseguiu a guarda dos dois painéis até 2013.

Considerada pelo próprio Portinari como sua melhor obra, os painéis de Guerra e Paz serão apresentados em dezembro, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, cidade onde foram apresentadas ao público brasileiro por uma única vez antes de serem embarcados para os Estados Unidos, há 53 anos. Em seguida, serão submetidos a uma restauração que poderá ser acompanhada pelo público, em processo que levará alguns meses. Após o restauro, passarão por diversas cidades, acompanhados de 120 estudos preparatórios executados por Portinari entre 1952 e 1956. Com informações da Fapesp

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: